sexta-feira, 6 de janeiro de 2017

DIÁRIO DA HISTÓRIA - MÊS DE JANEIRO

Janeiro

Janeiro é o primeiro mês do ano nos calendário juliano e gregoriano. É composto por 31 dias. O nome provém do latim Januarius, décimo-primeiro mês do calendário de Numa Pompílio, o qual era uma homenagem a Jano, deus do começo na mitologia romana, que tinha duas faces, uma olhando para trás, representando o passado e outra olhando para a frente, que representava o futuro. Júlio César estabeleceu que o ano deveria começar na primeira lua nova após o solstício de inverno, que no hemisfério norte era a 21 de dezembro, a partir do ano 709 romano (45 a.C.). Nessa ocasião o início do ano ocorreu oito dias após o solstício. Posteriormente o início do ano foi alterado para onze dias após o solstício.
                                                   
    
    08 de janeiro de 1935 - Nascimento de Elvis Presley
                                                                
                                      
Datas comemorativas

  1 de janeiro - Dia de Ano Novo e Dia Internacional da Paz

  6 de janeiro - Dia de Reis no calendário cristão

Nascimentos

Janeiro de 1823 - Alfred Russel Wallace, naturalista, antropólogo, biólogo e geógrafo britânico.

08 de Janeiro de 1935 - Elvis Presley, músico e ator norte-americano, conhecido como o Rei do Rock.

Janeiro de 1942 - Stephen Hawking, físico teórico e cosmólogo britânico.

Janeiro de 1944 - Jimmy Page, músico britânico, fundador do Led Zeppelin.


Falecimentos

Janeiro de 1914 - Felipe Neri Jiménez, general mexicano

Janeiro de 2014 - Eusébio da Silva Ferreira, mais conhecido por Eusébio, jogador de futebol na Seleção Portuguesa de Futebol e do Sport Lisboa e Benfica 

Acontecimentos - Janeiro de 2017

1 de Janeiro
O português António Guterres torna-se o novo secretário-geral das Nações Unidas.

 No Brasil, prefeitos eleitos através das eleições do ano passado tomam posse.
 Atentado terrorista a uma casa noturna em Istambul, Turquia, ocasionando 35 mortos e 80 feridos.

2 de janeiro
O letreiro de Hollywood, em Los Angeles, Estados Unidos é vandalizado, passando a ser visto ao longe "Hollyweed", numa alusão à maconha, já que "weed" é "erva" em língua portuguesa.

3 de Janeiro
Sismo de 4,5 na escala de Richter atinge o Maranhão e o Piauí.

20 de janeiro
Chegará ao fim o segundo mandato do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama.

Donald Trump tomará posse como o 45º presidente dos Estados Unidos.



O  nosso homenageado do mês de janeiro é Elvis Presley - O Eterno Rei do Rock que nasceu  no dia 08 de janeiro de 1935.  
                                                     


Elvis Aaron Presley (Tupelo, 8 de janeiro de 1935 — Memphis, 16 de agosto de 1977) foi um famoso músico e ator norte-americano, mundialmente denominado como o Rei do Rock e com a alcunha de "Elvis, The Pelvis", pela forma extravagante, mas ousada como dançava e se mexia, adquirida na década de 50. Elvis também foi um dos pioneiros do rock and roll. Uma de suas maiores virtudes era a sua voz, devido ao seu alcance vocal, que atingia, segundo especialistas, notas musicais de difícil alcance para um cantor popular. A crítica especializada reconhece seu expressivo ganho, em extensão, com a maturidade; além de virtuoso senso rítmico, força interpretativa e um timbre de voz que o destacava entre os cantores populares, sendo avaliado como um dos maiores e por outros como um dos melhores cantores populares do século XX.

Começou sua carreira em 1954 na lendária gravadora Sun Records e era acompanhado pelo guitarrista Scotty Moore, pelo baixista Bill Black e pelo baterista D.J. Fontana, Presley foi um dos dos responsáveis pela criação e popularização do rockabilly, uma fusão de música country e R&B.

A década de 70 prefigurou para Elvis um alcance vocal incomparável, tido pela crítica mundial como a voz mais bela de todos os tempos, alcançando muita maturidade vocal e três diferentes tons: agudo, grave médio e tenor.

Elvis tornou-se um dos maiores ícones da cultura popular mundial do século XX. Entre seus sucessos musicais podemos destacar "Hound Dog", "Don't Be Cruel", "Love Me Tender", "All Shook up", "Teddy Bear", "Jailhouse Rock", "It's Now Or Never", "Can´t Help Falling In Love", "Surrender", "Crying In The Chapel", "Mystery Train", "In The Ghetto", "Suspicious Minds", "Don't Cry Daddy", "The Wonder Of You", "An American Trilogy", "Burning Love", "My Way", "My Boy" e "Moody Blue". Na Europa, canções como "Wooden Heart", "You Don't Have To Say You Love Me", "My Boy" e "Moody Blue" fizeram sucesso. Particularmente no Brasil, foram bem-sucedidas as canções "Kiss Me Quick", "Bossa Nova Baby", "It's Now or Never" e "Bridge Over Troubled Water".

Após sua morte, novos sucessos vieram, como "Way Down" (logo após seu falecimento), "Always On My Mind", "Guitar Man", "A Little Less Conversation" e "Rubberneckin". Quarenta anos após sua morte, Presley ainda é um dos artistas com maior número de "hits" nas paradas mundiais, sendo também um dos artistas solo recordistas em vendas de discos, com 1 bilhão de álbuns vendidos em todo o mundo.


Nenhum comentário: