sábado, 4 de julho de 2015

A Última Poesia - Do Orgulho Nasce a Guerra - página 4

Livro " A Última Poesia - Do Orgulho Nasce a Guerra "
Página 4

A ÚLTIMA POESIA
A saga das Grandes Guerras Mundiais
A história mais envolvente, dramática e impressionante dos últimos tempos.

A Última Poesia é a saga épica das duas guerras mundiais, dividida em 10 volumes. É a história do poeta e da bailarina, um romance que mistura Romantismo e Realismo, a guerra destruindo a inocência de uma época, a inocência de um grande amor...

Uma misteriosa carta escrita pelo Barão Vermelho a um piloto francês se torna uma poderosa arma de propaganda, podendo mudar o curso da Primeira Guerra Mundial. O romance histórico traça os passos de Adolf Hitler e de uma avassaladora história de amor; a trajetória do aristocrata e aviador francês Gerrard de Burdêau, e de seus filhos: Richard e Priscilla (um poeta - aviador e uma bailarina) que foram separados quando eram crianças, mas acabam se encontrando depois de muitos anos e se apaixonando loucamente. Mas quando o romance se torna incontrolável, os jovens são afastados por acreditarem que são irmãos e por ela estar prometida a se casar com Razan Stocker: um renomado e cruel diplomata francês. A bailarina passa a ser perseguida e torturada de todas as formas por seu algoz.

Depois de ser encarcerado por causa de um julgamento manipulado, o poeta Richard de Burdêau é liberto para servir como piloto, enfrentando a Blitzkrieg nazista na França, e as terríveis batalhas aéreas nos céus da Inglaterra. Mas o amor do poeta e da bailarina chega às últimas consequências, se transformando em uma enorme batalha para manter a sobrevivência... O coronel Razan Stocker, colaborador do governo do marechal Pétain, na cidade de Vichy, nada mais é que um espião do Partido Nazista á serviço do Führer. Após a queda de seu avião e do término da Batalha Britânica, o então capitão Richard de Burdêau torna-se um dos lideres da Resistência Francesa á serviço do general Charles De Gaulle, que está no exílio em Londres. Na Resistência o poeta acaba fazendo amigos inesquecíveis e passando por dificuldades que colocaram á prova o seu grande amor pela bailarina. Convivendo com os maquis da Resistência Francesa e com a perseguição e carnificina contra os judeus, o amor do poeta e da bailarina se torna invencível, sendo capaz de tudo; até de desafiar os terríveis nazistas com seu ódio descomunal.

Nada no mundo poderia impedir esse amor, nem mesmo o impetuoso e brutal nazismo de Adolf Hitler. Entretanto essa paixão proibida irá se render a um poder maior, um sentimento que vai além do entendimento humano, algo sobrenatural capaz de suportar as atrocidades da Segunda Guerra Mundial e do genocídio contra os judeus, um amor mais poderoso do que a morte, que triunfa sobre a maldade trazendo uma lição de vida inesquecível.







Nenhum comentário: