segunda-feira, 28 de julho de 2014

28 DE JULHO DE 2014 - CENTENÁRIO DO INÍCIO DA PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL

URGENTE - HOJE 28 DE JULHO TEM INÍCIO UMA GRANDE GUERRA MUNDIAL.
Não é nenhuma pegadinha, isso aconteceu há cem anos, hoje o mundo inteiro comemora o Centenário do Início da Primeira Guerra Mundial. O encerramento do Centenário da Grande Guerra acontecerá somente em 2018, e até lá milhares de artigos sobre o conflito serão disponibilizados no mundo inteiro, um legado valiosíssimo para a História.
Leia abaixo um trecho do romance histórico, A Última Poesia de Max Wagner, que retrata o início da guerra.
“Do Orgulho Nasceu a Guerra”
Os austríacos haviam solicitado uma série de exigências contra a Sérvia, se ela se negasse, a Áustria iria a guerra. No início a Sérvia até que aceitou todas as exigências, mas acabou sendo encorajada pela aliada Rússia a não ceder, e que se fosse preciso o czar Nicolau movimentaria seus exércitos contra os austríacos. Diante da ameaça russa, o imperador Francisco José manteve cautela, e alguns dias depois convenceu o Império Alemão a apoiá-lo caso fosse necessário. Talvez os alemães pudessem evitar a guerra, mas as notícias da mobilização geral da Rússia gerou o ultimato alemão contra os russos, para que não se metessem no problema entre a Sérvia e a Áustria, era melhor que a guerra ficasse apenas entre eles. O kaiser alemão Guilherme advertiu a França para que também não acudisse o aliado sérvio. Uma catástrofe levou a outra catástrofe, se os russos não se metessem a ajudar os sérvios, e se os alemães tirassem o ultimato contra os russos, a guerra poderia ser evitada.
Tudo não passou de orgulho, ninguém queria ceder.
No dia 28 de Julho, o imperador Francisco José encorajado pelos alemães declarou guerra à Sérvia, e a Turquia pediu formalmente à Alemanha a efetivação de uma aliança secreta, ofensiva e defensiva, que entraria em vigor no caso de qualquer das partes entrarem em conflito com a Rússia. No mesmo dia, a oferta foi recebida em Berlim, aceita e uma minuta do tratado, assinado pelo chanceler, foi telegrafada para Constantinopla. No último instante os turcos estavam prestes a dar o passo final para a guerra, só precisavam de um bom motivo. A Inglaterra proporcionou-lhes o motivo ao apoderar-se de dois cruzadores turcos que estavam sendo construídos, sob contrato, em estaleiros ingleses.
A guerra começava trinta dias após o assassinato do arquiduque, que buscando esfriar os ânimos da região havia viajado à Saravejo, para anunciar a formação de uma monarquia tríplice (austro-húngaro-eslava), elevando teoricamente a Bósnia e a Herzegovina ao mesmo nível de importância da Áustria, mas os sérvios haviam planejado frustrar o projeto austríaco, que resultou na morte do arquiduque. Esse choque colocava alianças eslavas que traziam a Rússia para o conflito contra alianças germânicas, que traziam a Alemanha junto à Áustria.
Belgrado a capital Sérvia estava em sérios apuros, o rolo compressor Austro-húngaro ira varrer os sérvios do mapa?




Imperador  Francisco  José  da  Áustria-Hungria



  Arquiduque  Francisco  Ferdinando  e  duquesa  Sofia 


   Gavrilo  Princip - O assassino  que  deu  início a  1ª Guerra  Mundial


Rei  Pedro  da  Sérvia

 

Livro  A  Última  Poesia  de  Max  Wagner

Nenhum comentário: